11 coisas que você precisa saber sobre asma…

… mas quase ninguém te conta!

O frio e o tempo seco chegam, assim como um frio na sua espinha quando escuta aquela primeira tosse seca ou aquele catarrinho saindo pelo nariz.

Na verdade, não é fácil diferenciar quando esses sintomas respiratórios são causados por piora de uma alergia ou uma infecção associada. Mas existe uma diferença bastante importante pra você saber: alergia, no começo, não dá febre.

Se tem febre, é infecção aguda ou complicação da alergia.

O blá blá blá básico sobre prevenção, você encontra aos montes na internet.

Sobre bebês que chiam ou cansam, você encontra aqui, em uma entrevista muito informativa que fiz com uma PhD no assunto.

Mas essas informações que você vai ler abaixo, provavelmente pouca gente vai te contar. Então, se gostar, mande pros amigos mesmo!

Tudo sobre asma

1- Bronquite, bronquite alérgica, tosse alérgica, cansaço, piado, “começo” de bronquite são termos inadequados. Provavelmente porque o médico que está atendendo não é pediatra ou tem receio que você saia de lá direto para o psiquiatra com crise de pânico.

Prefiro que você saiba que um leão é um leão e que um gato é um gato. Imagine se você confunde os dois…

2- Asma, na grande maioria das vezes, não precisa de exames sofisticados para o diagnóstico. Se o menino tosse, chia, sente falta de ar ou aperto no peito, na ausência de febre, muito provavelmente tem asma.

3- Se quando corre, ele tosse e fica mais cansado que o habitual, tem asma induzida pelo exercício e precisa de tratamento.

4- Se tem crises de tosse seca recorrentes, sem ter tido febre, pode ser a chamada tosse variante da asma. Esse grupo tem crise de tosse intensa, sem cansaço, mas ainda assim é asma. Quase sempre merece um exame chamado espirometria para o diagnóstico.

5- Bombinhas não matam: asma mata! Essa lenda é difícil de desmistificar, mas para o bem das nossas crianças, saibam que o uso de inaladores em spray dosimetrados não leva ninguém à morte.

O que acontece é que antigamente – nos anos 70 – só tínhamos as medicações para tratar crises. Os remédios não eram específicos para o pulmão, e muito frequentemente os portadores de asma grave não tinham outra opção de controle e crises graves terminavam por levá-los à morte. E aí quem pagava o pato era a bombinha.

6- A dose na bombinha é bem menor do que na nebulização. Veja: cada gota do remédio pra nebulizar tem 250 microgramas de remédio enquanto que  cada jato do spray tem 100 microgramas. Portanto, é 2,5 vezes menor!

Na nebulização, o menino chora, afasta a máscara, ou seja, a eficácia é baixa. No spray, se usado corretamente, vai direto pro pulmão.

Eventuais efeitos colaterais, como taquicardia (não confundir com ataque cardíaco!), são passageiros. Se o menino não está melhorando nas doses iniciais do spray, é preciso levar para um pronto atendimento! O problema é a crise e não o spray!

Espaçador é essencial para menores de 5 anos no tratamento da crise de asma7- Nos menores de 5 anos, sempre usar o espaçador! O que danado é isso? É um dispositivo (ver foto), que é usado para facilitar o uso do spray. Em crianças maiores, não precisa. Mas preste atenção no próximo item!

8- Sempre que prescrever o spray, seu pediatra ou alergista/pneumologista, tem que marcar um retorno para ensinar como usar adequadamente o remédio. Ele precisa ter certeza que você e/ou seu filho sabem.

9- Outra coisa que o médico tem que te dar é o chamado plano de ação/tratamento, onde estarão escritas todas as medicações de controle e todas as ações que você deve tomar em caso de crises.

Você deve compartilhar com os familiares/escola e deixar o papel em local visível!

10- Se as crises são frequentes, é preciso tratamento de controle, que envolve o uso de corticoides inalatórios (os melhores) e outros (montelucaste, p. ex.). Eles não vão fazer seu filho engordar, nem causar outros problemas, desde que adequadamente (a cada 3 meses) reavaliados!

Melhorou? Baixa dose, tira remédios, mas sempre com a ajuda do médico.

11- Outra informação muito importante: cerca de 60-70% dos portadores de asma tem rinite alérgica e quando essa não está controlada ou adequadamente tratada, piora o quadro de asma.

Entendemos hoje que as vias aéreas são como um tapete único, que começa na ponta do nariz e termina no último e longínquo alvéolo do pulmão do seu filho. Então, sempre temos que avaliar e tratar as duas coisas ao mesmo tempo!

Pra não virar textãozão, começamos aqui pela asma e o próximo será sobre rinites/sinusites.

Se tiverem dúvidas sobre asma, perguntem nos comentários.

Repassem o texto para os amigos, garanto que vão ajudá-los, pois asma é algo muito frequente e mesmo assim muito negligenciada!


Receba seu ebook grátis

Receba grátis ebook do pediatra dr Flávio Melo com 27 textos sobre os temas mais atuais, como H1N1, Zika, Imunidade e alimentação. São 160 páginas de conhecimento sobre como cuidar bem de seus pequenos. Basta deixar seu e-mail e clicar em "Eu quero"

Dr Flávio Melo - pediatra

Sou médico pediatra há 11 anos, formado em Medicina pela Universidade Federal da Paraíba e Pediatria no Instituto de Medicina Integral Fernando Figueira (IMIP/Recife-PE). Enxergo que o futuro da prevenção na criança, passa por uma atuação nos hábitos familiares e estilo de vida, desde antes do casal engravidar.

139 comentários em “11 coisas que você precisa saber sobre asma…

  • 4 de julho de 2016 a 21:41
    Permalink

    Já compartilhei com amigos q tem asma. Agora aguardo ansiosa pelo texto sobre rinite alérgica! Meu filho de três anos sofre com isso.

    Responder
  • 4 de julho de 2016 a 23:47
    Permalink

    Minha filha nasceu de 32 semanas, ficou 28 dias na uti. Não tem sequela nenhuma, graças a Deus. Mas com 8 meses teve uma bronquiolite e como consequência, cansou. Depois disso teve vários episódios de cansaço, tendo que fucar internada em alguns deles. Desde que iniciou o tratamento com a alergologista e imunologista, teve crise de cansaço, mas daí iniciava logo o tratamento de ataque. Mas recentemente, teve uma crise de asma atípica p o padrão q ela sempre apresentava, que era o seguinte:ela cansava quando resfriava; dessa vez foi diferente, estava dormindo e já acordou em crise, uma tosse incessante e os lábios estavam ficando roxos. Tudo isso foi muito rápido. Usei o aerolin,4 jatos com espassador e ela melhorou. Ela usa diariamente flixotide e nasonex. Notei uma grande melhora desde o inicio do tratamento. Mas ainda hoje, minha filha tem 4 anos me sinto insegura quanto a identificar uma crise de tosse normal e uma de asma. O q posso fazer mais, além de contar a frequência respiratória? E quando a frequência está alta, necessariamente ela está cansada?
    Agradeço desde já.

    Responder
      • 5 de abril de 2017 a 12:39
        Permalink

        quando vou rir começo a ficar vermelha e a lagrimar e nao consigo respirar creio que nao e asma mas o que pode ser

        Responder
  • 5 de julho de 2016 a 01:10
    Permalink

    Dr. Flavio, como vai? Minha filha de 2 anos e 9 meses acabou de ser diagnosticada com asma intensidade leve. Ela não fica roxinha mas tem tosse seca e frequente. Na ultima crise a bombinha de aerolin não resolveu e consegui controlar a tosse apenas 6 horas depois com inalação de clenil A e atrovent. Muito obrigada por suas matérias! São muito esclarecedoras. Van

    Responder
  • 5 de julho de 2016 a 15:06
    Permalink

    Doutor.
    Meu filho tem rinite alérgica e tem alergia alimentar múltipla
    Ele tem 2 anos e 4 meses
    Toda noite .quando dorme .cerca de 1 hora depois começa uma tosse seca irritante e pertinente.
    Será que pode ser asma?ou não tem nada haver.
    No momento ele tá fazendo tratamento com desloratadina

    Responder
  • 6 de julho de 2016 a 22:43
    Permalink

    Dr. Flávio minha filha não se adaptou bombinha, trato as crises com nebulização mesmo. É verdade que o salbutamol xarope já é ultrapassado? E pa ra rinite aconselha desloratadina ou polaramine?

    Responder
    • 8 de julho de 2016 a 03:56
      Permalink

      Xarope de Salbutamol não usamos. A desloratadina está melhor indicada nos casos de rinite do que o Polaramine, pelo potencial menor de efeitos colaterais.

      Responder
  • 8 de julho de 2016 a 23:12
    Permalink

    Olá! Eu já vi alguns médicos relacionarem o leite com piora da asma, isso é verdade?
    Também já vi o médico nutrólogo dr Lair Ribeiro dizendo que as vezes a pessoa dá uma crise de asma por falta de água. Ele diz que na maioria das vezes é só dar 2 a 3 copos de água que a pessoa melhora.

    Responder
  • 10 de agosto de 2016 a 21:36
    Permalink

    Minha filha fica cm uma tosse horrivel que só melhora cm corticoide inalado e via oral …mais a inalação cm broncodilatador quando fica resfriada ou gripada. Nesse caso pode se dizer que é asmática? Nunca ficou cm falta de ar…só a tosse até vomitar. Um horror. Ela tem rinite e recentemente retirou adenoide que estava obstruindo 95% de obstrução e não melhorou cm tratamento.

    Responder
  • 10 de agosto de 2016 a 21:49
    Permalink

    Porque a ironia? Está mais que provado que leite é uma péssima opção para quem tem asma

    Responder
    • 11 de agosto de 2016 a 12:58
      Permalink

      Pode me mostrar estudos? O que acontece é um verdadeiro terrorismo nutricional por parte desses supostos especialistas no tema, pois apenas no subgrupo que tem APLV e broncoespasmo como sintoma, teremos chiado/crise por conta do consumo de leite. Não representa a totalidade dos pacientes com asma, apenas uma pequena parcela.

      Responder
      • 22 de agosto de 2017 a 22:21
        Permalink

        Meu filho é aplv e tem crises de laringite, alem dessas crises passa a maior parte dos dias do ano tossindo e com bastante catarro, mesmo sem consumir leite.
        Ele.pode ser asmatico?
        Como marco uma consulta com o sr?

        Responder
        • 3 de setembro de 2017 a 20:59
          Permalink

          Difícil avaliar à distância. Eu atendo no interior da PB, se não estiver por perto, recomendo procurar um pneumopediatra.

          Responder
      • 17 de dezembro de 2017 a 15:56
        Permalink

        Minha filha tem asma ,fez um monte de exames do que seria a alergia eu tbm pensava q o leite seria uma causa mas n tem nada a ver ,a alergia dela é só po msm acaro etc … ela vive tendo crise n sei mais o q faço ,e ela toma piemonte 4g q e uso contínuo e ainda msm assim tem crise ,e fico com medo de ficar fazendo nebulizacao prq as vezes qnd faço ela n passa bem parece ser pior ainda maaaas melhora um pouco a falta de ar

        Responder
  • 10 de outubro de 2016 a 01:00
    Permalink

    Olá td bem? Meu filho foi diagnosticado com asma e rinite! Estou fazendo tratamento para a prevenção da asma e rinite! Uso Aerolin spray com espaçador nas crises de tosse e Ceretide para prevenção, mas infelizmente vejo que não está sendo muito eficaz! Vc aconselharia fazer o tratamento de imunoterapia sublingual ? Obrigada

    Responder
    • 15 de outubro de 2016 a 07:03
      Permalink

      Imunoterapia é um tratamento possível, mas sempre com a avaliação criteriosa e prévia do alergologista. A taxa de sucesso depende dos tipos de alergias que seu filho tem.

      Responder
  • 10 de outubro de 2016 a 05:45
    Permalink

    Dr. Gostaria de saber se clenil A é um broncodilatador? Meu filho esta com sinusite, a ped. Passou astro 900 por 5 dias, hixine, acebrofilina e clenil A,esta usando a 3 dias e ainda continua cansado( com uma respiracao rapida) é normal?

    Responder
  • 27 de dezembro de 2016 a 21:22
    Permalink

    Muito elucidativa essa materia
    Minha filha teve asma e seu pequeno hoje com 3 anos tb.

    Responder
  • 5 de janeiro de 2017 a 00:43
    Permalink

    Excelente post, doutor! Aguardando ansiosamente o outro sobre rinite!

    Responder
  • 24 de janeiro de 2017 a 10:33
    Permalink

    Doutor que dar para meu filho de 11 anos que sofre com a renite ? Ele espirra muito tosse e cossa a garganta , as vezes sangra o nariz ….!

    Responder
  • 19 de fevereiro de 2017 a 21:03
    Permalink

    Olá Dr!! Adoro seu blog!!
    Como se faz o diagnóstico de rinite em bebês de 1ano e meio?
    Abraços

    Responder
  • 25 de fevereiro de 2017 a 18:02
    Permalink

    Boa tarde Doutor minha filha tem seis anos e nunca teve problemas respiratórios, mas tenho percebido q quando corre com as crianças ou fica rindo muito começa a tossir uma tosse seca oq será? Devo procurar um medico?

    Responder
  • 3 de março de 2017 a 21:25
    Permalink

    Doutor fui diagnosticado com asma e uso a bombinha mas não sinto melhoras
    Tenho dificuldade em respirar fundo
    Oque devo fazer?

    Responder
  • 3 de abril de 2017 a 20:51
    Permalink

    Dr Minha filha teve febre de 37,8 dor de cabeça e dor no peito. Ela tem 7 anos e reclama de dificuldades para respirar. Levei no PS e o médico disse que é crise de asma e que o peito estava chiando. Ela fez no hospital 3 seções de aerolin e depois fomos pra casa. Eu achei estranho o diagnóstico pois ela não está tossindo ou com nariz escorrendo. Será mesmo crise de asma? Ela ja teve várias mais todas acompanhadas de tosse por muitos dias.

    Responder
  • 12 de abril de 2017 a 05:11
    Permalink

    Toda virada de tempo o meu filho da crise .porque

    Responder
  • 16 de abril de 2017 a 00:50
    Permalink

    Olá Dr, meu filho tem 5 anos, tem rinite, mas acho estranho pois não é de espirrar muito, ja ficou 6 meses com uma tosse irritada, já fez uso do singular, anti alérgicos, e nunca melhora.
    Ele só vive com catarro, é ligo vem sempre sinusite. Já passou com alergista e os exames não deram nada. Isso pode ter relação com outro tipo de doença?
    Obrigada

    Responder
  • 16 de abril de 2017 a 21:38
    Permalink

    Dr. Minha filha tem 1 ano e 10 meses, faz uso do Montelair e Flixotide, a exatamente uma semana que terminou o antibiótico a tosse voltou, seca e muita coriza, o pediatra recomendou o uso do Aerolin quando crise de tosse seca por 5 dias. Minha dúvida é, se a tosse seca é crise de asma, quando usa o Aerolin não era pra cessar a tosse? Ou ao menos diminuir? Ela está tomando 4 jatos de 6/6h mas não vejo melhora depois que usa…

    Responder
  • 19 de abril de 2017 a 08:05
    Permalink

    Oi bom dia! Dr. é comum a criança ter frente junto com as crises de arma?

    Responder
  • 19 de abril de 2017 a 08:07
    Permalink

    Oi bom dia! Dr. é comum a criança ter febre junto com as crises de arma?

    Responder
  • 19 de abril de 2017 a 15:14
    Permalink

    Dr. Flávio

    Meu filho de 3 anos foi diagnosticado coma asma há 1 ano, desde então usamos aerolin quando tem crise, mas nesse domingo foi necessário leva-lo ao hospital onde deram adrenalina para crise.
    Agora estamos fazendo um tratamento de 10 dias com aerolin e atrovent no nebolizador, mas cada vez que fazemos a inalação ele tem febre de até 38graus que demora bastante pra passar (mesmo medicado com antitérmico) pode ser efeito de qual desses medicamentos? Que resposta é essa do corpinho dele aos medicamentos?
    Obrigada

    Responder
  • 9 de maio de 2017 a 02:01
    Permalink

    Então, já perguntei ao Pediatra, a Pneumologista e ao alergista, os quais minha filha faz acompanhamento da asma, todos disseram que pegar friagem, vento, não ativam a asma. Fiz tbm o teste alérgico de contato e de sangue, não deu positivo para nada, apenas para ovo. Gostaria de saber o que causa as crises? Ela só dá crise durante o outono e inverno. O que pode acarretar a crise? Como melhor previnir?

    Responder
  • 13 de maio de 2017 a 05:01
    Permalink

    Oi Dr. Com a mudança do tempo meu filho começa a cansar, como fazer para intervir essa situação assim que o tempo mudar?

    Responder
  • 15 de maio de 2017 a 22:22
    Permalink

    Olá Doutor,meu filho de 4 anos foi diagnosticado com asma, mas ele tem crises espaçadas, já chegou a ficar 9 meses sem crise, só que tem vez que vem uma crise atrás da outra, não sei o que faço, E toda vez a pediatra receita Diprospan, já fez uso de Seretide e Clenil,spray. O que o Senhor acha, ele trata direto com Pneumologista, mas estou perdida …

    Responder
  • 23 de maio de 2017 a 22:28
    Permalink

    Olá td bem?Sempre corri para médicos a cada 15/20 dias desde q minha filha tinha 7 meses sempre passavam o predsin e eu sempre questionava …mas a pediatra sempre descartou asma ou rinite toda vez dava o mesmo diagnóstico de laringite.
    até q agora ela com 3 anos ficou internada e a médica do hospital disse q é asma ela fez o uso de flixotide por 2 meses 2 puffs a cada 12 horas , msm assim entrou em crise dai a medica trocou por seretide 1puff a cada 12 hr ,piemonte e no nariz 1 jato de Nites a noite mas msm assim ela tem uma tosse seca muito persistente .
    não sei mais o que fazer ou em que médico levar .
    Se vc puder me dar uma orientação fico muito grata.
    Obrigada

    Responder
  • 6 de junho de 2017 a 04:57
    Permalink

    Olá doutor!
    Meu filho tem 3 anos , no começo das crises tratavamos como bronquite. Agora viemos a saber que se trata de asma. É um quadro de alergia a ácaro forte. Estava sendo necessário o uso de antibióticos de 20 em 20 dias… Hoje optei pelo tratamento homeopático, tem apenas alguns dias. Acha esse tratamento eficaz?

    Responder
  • 6 de junho de 2017 a 05:01
    Permalink

    Continuando..
    Uso somente o Aerolin bombinha em caso das crises e dipirona em caso de febre.. nada mais poderá ser usado para que o tratamento não seja interrompido.

    Responder
  • 8 de junho de 2017 a 18:35
    Permalink

    Minha filha tem 5mêses ta com crise de asma tou dando bombinha aerolim é normal da febre??fico preucupada pois ela a poucos dias ficou enternada com peneumunia…é normal a febre??

    Responder
  • 10 de junho de 2017 a 09:34
    Permalink

    Minha filha tevê suas primeiras crises aos 10 meses ( a partir daí foram 3 até completar 1 ano de idade) inicamisa de tão tratamento preventivo com flixotide até seu 1 ano e meio de idade…passamos por dois meses a crise retornou e pneumo solicitou que voltasse com flixotide. Bem, então consegui manter por mais seis meses, sem crise nenhuma…Fiquei desempregada sem plano de saúde e não continuei mais o tramamento. Minha filha seguiu sem crise por mais ou menos um ano. Após completar 3 anos de idade começou a ter crises novamente principalmente na mudança de temperatura. Neste ano de 2017 já foram 3 crises com 2 internações no hospital. Esta piora nas crises foi devido ao rompimento que fiz do flixotide? Hoje ela tem 3 anos e 10 mesés, moramos no RS, o tempo muda de temperatura ela comecá com tosse.

    Responder
  • 14 de junho de 2017 a 00:42
    Permalink

    boa noite tenho filha tem renite,broquite,asma.toma os corticordes,ela engordou 14 kilos,ela tem crise todas noite isso normal….qual melhor exercicio para ela

    Responder
  • 15 de junho de 2017 a 23:18
    Permalink

    todas tosses secas e considerado asma?
    constantemente minha filha tem tido nariz entupido e chega ate ter tosse seca ,falta de ar e nao deixa ninguem dormir porque comeca um barulho estranho para puxar o ar para respirar vc pode me responder quando ocorre isso e somente um rinite ou tem acompanhamento de asma.
    meu endereço para resposta [email protected]
    OBRIGADA DESDE DE JÁ RUTE.

    Responder
  • 15 de junho de 2017 a 23:28
    Permalink

    todas tosses secas são considerado asma?
    Constantemente minha filha tem tido nariz entupido e chega ate ter tosse seca,falta de ar e não deixa ninguem dormir porque começa um barulho estranho para puxar o ar para respirar .Quando ocorre esse episodio é somente um a renite ou tem acompanhamento de uma asma que está tendo ?

    Responder
  • 20 de junho de 2017 a 02:38
    Permalink

    Doutor nesse momento meu bebê está em crise e que crise horrível uma das piores! E alergista passou clenil a dois jatos pela manhã dois a noite e desloratadina mais não vejo melhoras o senhor acha que eu devo fazer oque? Obg e parabéns

    Responder
  • 21 de junho de 2017 a 00:40
    Permalink

    Olá doutor! Adorei o texto sobre a asma. Muito esclarecedor. Minha filha tem asma. Hoje ela está com 3 anos e 6 meses. Já fizemos tratamento com flixotide, seretide e montelair (o montelair ela usa desde o meses). No inverno a asma tem piorado, e este ano em abril ela ficou iternada por 5 dias com uma crise moderada. Após a internação a pneumo dela mudou a bombinha de tratamento para a symbicort 6/100 e suspendeu o montelair. Desde então, tenho percebido que de dia ela fica bem, mas a noite sempre tosse muito, com uma secreção que vai e volta, esse barulho de secreção só aparece a noite com ela deitada, durante o dia é a tosse fica mais seca. Será que foi devido a suspensão do montelair? Outra coisa que percebo, ela passa o verão todo bem, somente no outono e inverno começam as crises. Será que ela reage mais ao ar frio do que a acaros e poeira? Limpo a casa com a mesma frequência no verão e inverno, mas no tempo frio é crise de tosse sempre. Não sei mais o que fazer. Ela já tomou muito corticóide oral. A alergista acha que é cedo pra fazer exames. Gov indica tratamento com homeopatia em paralelo com a bombinha de tratamento?

    Responder
    • 23 de junho de 2017 a 18:20
      Permalink

      Não há evidências que a homeopatia funcione nesses casos, mas também não prejudica. Recomendaria antes uma avaliação com um pneumologista pediátrico.

      Responder
  • 21 de junho de 2017 a 08:26
    Permalink

    Meu filho tem 5 meses e usa como prevenção flexotide, desloratadina, faço frequente lavagem no nariz com maresis e tenho controle ambientar rigoroso sem tapete, sem bicho de pelúcia, capa em colchão e travesseiro, não passo vassoura e procuro manter tudo limpo sempre.
    Tenho arrepios em pensar numa próxima crise, mas sei que não posso evitar 100% que vá ocorrer. Tem mais alguma dica do que posso fazer no inverno pra ajuda-lo a não ter crises Dr? Obrigada! Seu blog é sensacional. Me vejo sempre por aqui.

    Responder
  • 27 de junho de 2017 a 14:07
    Permalink

    Doutor meu filho tem um ano e oito meses e a médica dele sem exame disse que ele tem bronquite e passou a bombinha.
    Ele tem crises de tosse direto, nariz entupido e crises de tosse secas.
    Ela também passou um remédio pra alergia e para tosse.
    Mas cura e volta depois.
    Senhor acha melhor pedir exame?
    Fico com medo de virar tuberculose.
    Obrigado.

    Responder
  • 28 de junho de 2017 a 22:32
    Permalink

    Meu filho tem 1 a 8 m e desde os 9 meses tem uma tosse e um apito que não sara, já fez tratamento para alergias respiratórias, para bronquite e nada resolveu, agora mudei o médico e ele receitou aerolin 100 mcg e flixotide 50 mcg para o uso com espaçador, nunca teve crise mas uma tosse continua que piora de noite que chega a vomitar e sem febre. Será que realmente é asma apesar de nenhum dos outros tratamentos terem adiantado por muito tempo no Max 1 mês e voltava de novo a tosse e o chiado no peito. Já foram taaantos remédios e tratamentos e cada vez um diagnóstico mais preocupante que não sei mais oq fazer.

    Responder
  • 1 de julho de 2017 a 15:00
    Permalink

    Quero receber mais informações sobre bronquite e asma.Tenho um filho de 2.7nesses,e ped dele diz que a bronquite pode virar asma.

    Responder
  • 2 de julho de 2017 a 02:11
    Permalink

    Dr. Flávio, parabéns pela excelente matéria! Eu tenho duas dúvidas. Meu filho tem 3 anos e desde 1 ano faz tratamento continuo com flixotide e montelair que funcionam muito bem. No entanto, nas duas tentativas de suspensão a asma voltou intensamente e tive que voltar ao tratamento continuo. O uso desses remédios a longo prazo pode ocasionar efeitos colaterais graves? A segunda questão: a orientação do pneumologista é iniciar o tratamento com berotec assim que ele começar a tossir, ou seja, assim que começar a crise para evitar de tomar o predisim. Mas às vezes não funciona só o berotec e fico com meu filho respirando mal, tossindo por dias, usando o berotec até a avaliação para uso do predsim. Após quantos dias de uso do broncodilatador sem sucesso, sugere-se a utilização do predsim? Muito obrigada!

    Responder
  • 2 de julho de 2017 a 09:30
    Permalink

    Oi doutor meu filho tem 3 anos e teve 2 crises respiratorias no mês de março bem fortes que tive que correr para o hospital com ele chegando lá o médico disse que era asma me assustei muito mais percebo que ele fica com a respiração diferente quando fala ou quando brinca toda semana ele fica com tosse mais não tá chiando o peito ele pode ter crises de asma sem chiar o peito ele fez um tratamente de 45 dias com os remédios pulmicorte montelair e o cetotifeno mais já acabaram

    Responder
  • 3 de julho de 2017 a 14:17
    Permalink

    Doutor.
    Minha filha tem dois anos, faz uso de Montelair e Flixotide, foi recomendado Aerolin quando crises de tosse seca, minha pergunta é, se a crise de tosse seca é asma, porque quando entro com o medicamento a tosse não cessa?
    Obrigada.

    Responder
  • 22 de julho de 2017 a 00:25
    Permalink

    Boa noite Dr,
    Meu filho teve duas crises esse ano de bronquiolite, está com Flixotide e Montelair, Aerolin em qq sinal de tosse, nariz escorrendo. Ele tem 2 anos e 10 meses mas é tudo muito novo pra mim.
    Hoje de tevê episódios de tosse seca e entrei com o Aerolin. Está correto?

    Responder
  • 25 de julho de 2017 a 22:46
    Permalink

    Doutor minha filha tem asma e faz uso de alenia 2x ao dia e monteluscaste 1x.teve um crise de asma e iníciouma o tratamento 7 de julho com aerolin e prednisolona só q não dei os 7 dias o aerolin e agora voltou a tossir. Será q posso repetir o tratamento em pouco tempo assim.obgda

    Responder
  • 30 de julho de 2017 a 01:46
    Permalink

    Olá!
    Meu nome é Letícia tenho meu filho de 3 anos ele é asmático tudo ele cansa ,se ele corre ele cansa ,qualquer movimento brusco ele cansa ,faz ultilizo da bombinha flixotide ,faço nebolizacao nele todos de 3 em 3 horas por conta que o tempo esta seco não chove ,não sei mas o que fazer ele faz acompanhamento com o pneumo com o gastro ,comprei um aquecedor ,um unificador ,tenho o2 dentro de casa ,tenho do de não deixa ele correr e não.ser criança sabe isso me DOI ,alguém pode me ajudar com alguma resposta

    Responder
    • 20 de agosto de 2017 a 06:41
      Permalink

      Importante reavaliar a medicação de controle com um pneumologista pediátrico, talvez ele precise de outros remédios ou ajuste de doses.

      Responder
  • 22 de agosto de 2017 a 19:15
    Permalink

    Dr, tenho uma chiadora em casa, ja usei montelucaste, depois fomos suspendendo ate as crises espaçarem mais, hoje so manutenção com flixotide e aerolin nas crises.
    Minha filha vai a escola, e as contaminações por vírus sao constantes. Poderia complementar sua matéria com informações que desmistificam a relação crises e produtos de limpeza, janelas abertas e ventilando a casa (o famoso golpe de ar) etc… Nao sei se ja escreveu algum artigo sobre isso, mas como é difícil explicar aos mais velhos que uma criança chiadora nao é como uma criança comum, que as crises ou são desencadeadas por processos alérgicos ou vírus ( caso da minha filha). Desmistificar algumas “lendas” e “soluções caseiras” como mel e outras receitinhas como tratamento de um chiador seria essencial para nos auxiliar na instrução dos que sao muitas vezes, os cuidadores.

    Responder
  • 22 de agosto de 2017 a 19:23
    Permalink

    Sei bem como são essas crises, o tempo muda ele muda junto!!!! Os sintomas que o senhor descreveu é bem assim mesmo, desde os 11 meses!!!! Hoje está com 5 anos e só as bombinhas para tirar aquela tosse chata!!!! Adorei seu texto!!! Muito bem explicado

    Responder
  • 22 de agosto de 2017 a 19:35
    Permalink

    Olá dr. Meu filho tem 13 meses, nasceu de parto normal com 41 semanas de gestação. Em junho teve febre por 3 dias e numa madrugada começou a respirar com muita dificuldade, corri na emergência e a saturação estava baixa, precisou ficar internado. No hospital me falaram que era bronquiolite. Em julho teve febre por 5 dias seguidos e depois ficou com a respiração ofegante, levei na emergência mas a saturação estava boa (98) então voltamos pra casa e fiquei dando a bombinha até ver que ele estava melhor. Novamente o diagnóstico foi de bronquiolite. Eu desconfio que seja asma, mas não sei se a febre tem relação com a doença. Moro na Inglaterra e aqui as crianças não são atendidas rotineiramente por pediatras, apenas por clínico geral que encaminha pro pediatra caso ache necessário. Levei num clínico particular e ele falou que em crianças menores de 2 anos não dá pra diagnisticar a asma, procede essa informação?

    Responder
  • 22 de agosto de 2017 a 20:18
    Permalink

    Dr Flávio. Parabéns pelo seu trabalho, o sr é fenomenal!!!!!
    Meu filho tem 4 anos, sofre com o tempo de Curitiba. Sai de uma crise e entra em outra, não sei mais o que fazer!!! Estou com trauma de tosse.
    Ele faz uso de seretide, montelier, aerolin em crises e desloratadina.
    Quando está atacado não dorme e não deixa a gente dormir… tosse dia e noite. A pneumologista prescreveu aerolin em crise de 2 em 2 horas, tenho medo…
    Retirar da escolinha ajuda??
    Para completar estou gestante de 38 semanas…
    Ele tem trauma de hospital e de injeção
    Ajude-me, será que tem cura?

    Responder
    • 3 de setembro de 2017 a 21:08
      Permalink

      Asma tem controle, há discussões sobre essa questão da cura. Acho importante reavaliar com o pneumo o tratamento e a causa da tosse. Pode haver um alérgeno, até alimentar como o leite de vaca, que não está sendo visto com causa.

      Responder
  • 22 de agosto de 2017 a 20:23
    Permalink

    Dr parabéns por tantas informações preciosas e claras. Descobri aqui pelos comentários que Clenil A é corticoide. Minha filha, com um “resfriado” que nao passa foi orientava a fazer inalação 2 vezes por dia por 3 semanas. Por ser corticoide, não é prejudicial à uma criança de 7 meses?

    Responder
  • 22 de agosto de 2017 a 21:01
    Permalink

    Boa noite doutor…em crise de asma o que é melhor colocar na inalação berotec ou aerolin?

    Responder
  • 22 de agosto de 2017 a 21:48
    Permalink

    Gostei muito do texto, sempre procuro informações úteis que não apavorem. Tenho uma filha de dois anos que tem rinite alérgica,sempre entra em crise. Começa eapirrando mais que o normal,nariz começa começa escorrega ai ja sei: dias de remédio,nebulosas comaoro e etc. Noites de sono agitadas e com ronco ai descobri que tem acabou de crescida. Mas ai já dois meses teve uma crise de rinite e veio com tosse seca que não Passava mesmo com a medicação em uso.levei na emergência a pediatra disse ouvir um chiado e passou o aerolin e prelone. bingo !!!!!! Melhorou em pouco tempo,noites tranquilas e sem ronco ou agitação que sempre teve. Esse mês usei novamente o remédio quando começou os sintomas aparecendo. Perguntei ao pediatra dela se ela teria asma ,até pq os tios e a avó tem, e ouvi que provavelmente sim mas que só sabe quando a tem crise. Enfim….não é o fim do mundo,mas saber a poder controlar ajuda muito. Vejo hoje minha filha com outra qualidade de sono que por muito tempo não vi. Como terei certeza que é asma ou apenas crise de rinite?

    Responder
    • 3 de setembro de 2017 a 21:01
      Permalink

      Olá, depende muito da avaliação clínica do pediatra ou pneumopediatra. Há um exame, a espirometria que pode ajudar no diagnóstico da asma.

      Responder
  • 22 de agosto de 2017 a 23:49
    Permalink

    Doutor, adoro seus posts. Esse em especial serve para mim. Meu filho tem rinite alérgica e uma tosse seca persistente que não o larga. Tem um chiado na garganta, mas sempre dizem que os pulmões estão limpos e não chiam.
    A alego já suspeitou de asma e em uma crise deu oximax e melhorou. Mas não está mais fazendo efeito.
    Agora está tomando singulair e tbm não está melhorando muito.
    Será que pode ser mesmo asma? Já fez espirometria e não deu alteração.
    Obrigada! Parabéns pelo blog! Excelente!

    Responder
  • 23 de agosto de 2017 a 09:42
    Permalink

    Bom dia! Meu filho de 2 anos sempre teve rinite alérgica e ele já possui um tratamento diário para que essa rinite seja controlada. Ele é muito alérgico, assim como eu e o pai. Ontem, ele mexeu com tinta na escola, a professora falou que ele mexeu com varios tipos de tinta. Fiquei logo preocupada por causa do cheiro. Fiz a limpeza com soro, suguei e o nariz tava limpo. Já na saída da escola, ele estava mais quente. Quando dormiu, começou a esquentar muito chegando a 39 graus. Dei um antitérmico que não adiantou, a febre só subiu, depois de quatro horas baixou, e ficou febril a noite toda. De manhã, acordou febril e logo depois passou a febre. Vi que disse que alergia não dá febre e isso me preocupou. Esperava que ele fosse tossir ou ficar com o nariz escorrendo, mas não esperava a febre. Essa febre foi coincidência ou pode ser um agravamento? Ele estava bem antes. Sem sintomas aparentes.

    Responder
    • 3 de setembro de 2017 a 20:57
      Permalink

      Normalmente, a febre se correlaciona com um quadro infeccioso. Na alergia pode vir como complicação infecciosa e não diretamente por ela.

      Responder
  • 23 de agosto de 2017 a 11:07
    Permalink

    Olá Dr. Meu bebê vai fazer 6 meses agora. Faz mais ou menos 1 mês que ele está doentinho…começou com resfriado, evoluiu pra gripe, apresentando febre, e sempre com mto catarro…fica bem congestionando. De uma semana pra cá está super congestionado e com mta tosse. Levamos à emergência e prescreveram aerolin, 2 pufs, de 6 em 6h utilizando espaçador. Minha dúvida é: existe algum risco deste remédio pra um bebê tão novo? Nada tem resolvido o catarro. O ultimo exame que ele fez não acusou nada…nem influenza, nem sincicial, nada! Tenho muito medo de remédios que mexem com o coração. Obrigada!

    Responder
  • 23 de agosto de 2017 a 12:50
    Permalink

    Agora tireiei minhas dúvidas sobre asma. Também a diferença entre taquicardia ataque cardíaco. Minha filha sempre com muita secreção amarelada dura meses e a Pediatra disse que ela tem todas as ites. Passou aerolin spray na bombinha e eu por medo dessa taquicardia nunca usei.. E sempre lavar com soro e nebulizar com aerolin gts. Dr. Amei sua postagem tirei muitas dúvidas. Será Que ela tem asma Dr?

    Responder
  • 26 de agosto de 2017 a 09:16
    Permalink

    Ótimo texto! Meu filho além da asma,é cardiopata,o que assusta duas vezes mais!

    Responder
  • 31 de agosto de 2017 a 07:26
    Permalink

    Dr. Meu filho de 1 ano e nove meses foi diagnosticado pela pediatra com bronquite, minha dúvida é se então ele tem asma, ela receitou duas bombinhas, o clenil 2x/dia para evitar as crises e o Aerolin se crises, mas tenho dúvidas se uso o Aerolin somente quando ele tem tosse,porque ele sempre apresenta um chiado no peito, isso é normal? Obg

    Responder
    • 3 de setembro de 2017 a 20:40
      Permalink

      Bronquite normalmente é usado como sinônimo de asma. É importante que seu pediatra dê um plano de tratamento, que indica o que fazer nas crises.

      Responder
  • 8 de setembro de 2017 a 17:40
    Permalink

    oi doutor minha bebe tem 3 meses.
    ela teve. uma bronquiolite+penemunia+peneumotorax+atelectasia.
    fico enternada, ganho alta do hospital ainda com a atelectasia.
    foi passado pra casa 2 jatos de aerolin de 6 em 6 hrs.
    ela não tem mas a atelectasia.
    mas respira cansada.
    a medica que atende ela passou agora 1 jato de aerolin de 8 em 8 hrs e 1 de clenil de 12 em 12.
    só que toda fez que toda vez que vo fazer uso do clenil ela da. uma crise de tosse!
    queria saber se é normal essa reação?
    desde já obrigada.

    Responder
  • 11 de setembro de 2017 a 09:15
    Permalink

    Minha filha e eu temos asma e durante uma crise que tivemos juntas usamos no mesmo dia bombinha de aerolin (ela com espaçador) e não sei se por acaso tivemos uma forte dor de cabeça minutos após a inalação. Isso nunca aconteceu. Seria essa dor efeito colateral da bombinha ou da própria asma?

    Responder
  • 18 de setembro de 2017 a 03:24
    Permalink

    Boa noite Dr, minha filha esta com 6 meses. QUando ela estava com 2 meses ela ficou internada 8 dias com bronquiolite,saiu do hospital muito bem e ficou perfeita.. So que ja faz 1 mes ou um pouco mais que o nariz dela esta sufocado e ela está com tosse seca. Sinto o peito dela chiando.Levei ao médico e ele passou inalacao com clenil A com birotec e o dexametasona e disse que era uma laringite ou uma possivel bronquite, mas nao pediu exames..
    O nariz nao melhorou, tenho que ficar lavando o dia todo com soro e a tosse esta bem frenquente.. O que pode ser? Em qual especialista devo levar? Pneumo ou Otorrino?
    OBrigada.

    Responder
  • 18 de setembro de 2017 a 23:15
    Permalink

    Olá Dr boa noite! Estava lendo e vi que é exatamente o que meu filho sente. Quando corre e faz muito esforço tosse e começa uma falta de ar, aí dou o acebrofilina e depois de umas 2 horas dou predissin. É aí que ele melhora! Então ele tem asma é isso?

    Responder
  • 24 de setembro de 2017 a 23:38
    Permalink

    Doutor meu filho thiago tem 4 anos e tem asma.
    Queria saber sempre que ele tossir tenho que usar sabultamol? Mesmo ele estando bem só mesmo tosaindo ??
    Queria saber também qual o grau da tossi que é hora de entrar com o sabultamol?
    Obrigada Jesus lhe abençoa
    Aguardo resposta

    Responder
  • 28 de setembro de 2017 a 10:06
    Permalink

    Muito bom seu esclarecimento, sofri muito antes de saber que meu pequeno tinha asma. Os medicos tem medo de falar a real. Beijos

    Responder
  • 28 de setembro de 2017 a 12:56
    Permalink

    Doutor minha filha tem 2 anos e 9 meses e no começo desse ano 2017 vem apresentando os mesmo sintomas tosse seca,muito catarro e febre ela ja usou antibiótico umas 5 vezes inclusive está em uso novamente levei ela a um alegorlogista não apresentou nenhuma alergia mas está em tratamento para asma,ficou internada 10 dias e precisou até de oxigênio e mal saio ja ficou doente novamente,antes ela ficava doente uma semana e passava mais ou menos uma 15 dias bem mas desde de Junho de 2017 até agora Setembro 2017 minha filha fica doente sem melhora passa a tosse mas sempre está com catarro e eu te digo que isso é todos os dias,quando vai fazer exame dizem que o pulmão ta ok,falam em sinusite mas não explicam o porquê da minha filha nunca melhorar e tudo isso acontece com ela fazendo tratamento com Aerolin,flixotide,montelair,broncho-vaxom,amoxicilina(recentemente ela estava na urgência o médico disse que era pra suspender o broncho vaxom) prelone,label ela não fica 100% já está em uso a 10 dias de antibiótico e não está melhor continua com catarro, eu só gostaria de saber quem eu devo procurar e quais exames eu poderia esta pedindo pra ela fazer pra ter uma idéia melhor do que poderia ser.
    Vivo muito preocupada por que sinto falta de informações em relações aos médicos que fui por favor me ajude com qualquer indicação para eu poder ir atrás pra que minha filha melhore. Ela não foi ainda nem em um otorrinolaringologista e nem em um pneumologista
    Obrigada.

    Responder
    • 9 de outubro de 2017 a 15:19
      Permalink

      Importante você levá-la em um pneumopediatra e otorrino, mas um bom alergologista também pesquisará as hipóteses de alergia alimentar ou alergia à inalantes (poeira, ácaro, etc).

      Responder
  • 1 de outubro de 2017 a 21:53
    Permalink

    Dr, meu guri tem 10 anos e há 1ano começou a ter crises d asma, eu ainda n sei identificar qdo ele tá em crise pq ele n tosse , comeca a reclamar “minha respiração tá cansada mãe” daí levo e tá em crise. Daí 7dias d predisin e bombinha de 2em 2h. Como eu observo que saiu da crise ?

    Responder
  • 18 de novembro de 2017 a 02:08
    Permalink

    Dr. minha filha tem 6 anos e foi diagnosticada com asma. Faz uso de Seretide e Montelair… Quando tem crises usa Aerolin e Predisin. Ocorre que até os 5 anos ela NUNCA tinha apresentado sintomas nenhum até o dia que foi levada às pressas para o PS com saturação 80 e roxa, quase desfalecida. A minha dúvida é como pode uma criança “normal” passar a ter asma? Isso é normal? Os exames feitos não acusaram nenhuma alergia. Obrigada desde já!!!

    Responder
  • 22 de novembro de 2017 a 11:01
    Permalink

    Olá, tenho uma filha de 1a3m que passou por 3 “bronquites” neste ano. A pneumopediatra prescreveu Clenil com uso no espaçador (dois jatos pela manhã e dois a noite). Quando houver crise prescreveu Aerolin de 4/4hs também com uso do espaçador.
    O único sintoma que ela demonstra é chiado e duas vezes uma febre baixa.
    Levei também ao alergologista pois observo estas crises após um quadro típico de rinite: tosse comum de baixa intensidade e coriza transparente. O especialista disse que até os 3 anos o sistema imunológico ainda é muito imaturo, sendo assim solicitou que retornasse após os 3 anos de idade da criança se o quase persistisse.
    Li aqui que os dois quadros (asma e rinite) precisam ser tratados simultaneamente. E aí? Vc acredita que até os 3 anos deve realmente aguardar?

    Responder
    • 24 de novembro de 2017 a 12:08
      Permalink

      Eu não tenho como fazer esse tipo de avaliação à distância, mas antes dos 3 anos, com chiado recorrente, deve ser tratado. A questão da rinite, podem ser as rinites virais frequentes na idade e não uma rinite alérgica. Só a avaliação médica pode definir.

      Responder
  • 25 de novembro de 2017 a 12:38
    Permalink

    Olá Dr. Crise de tosse apos o uso da bombinha de Aerolin é normal? Ou pode ser alguma reação alérgica ao medicamento?

    Responder
  • 1 de dezembro de 2017 a 07:24
    Permalink

    Ola doutor! Meu filho tem três anos. Ano passado teve tosse de maio a novembro. Usou vários remédios pra alergia e no fim so melhorou com inalação de Clenil A. Esse ano foi a mesma coisa, mas não dei os antialérgicos visto não fazer efeito e recomendado pela alergista. Fez uso de avamis e nas crises só inalação com soro, usou Berotec e Atrovent algumas vezes. Ele tosse mais a noite e quando corre ou chora muito. Não há intervalos nas tosse, digo como virose que dá intervalos entre uma e a outra. Agora está usando Aerolin com espaçador há dois dias. Mas percebo q piorou o quadro. Está com mais falta de ar, muita tosse e chiado, alem da contestação nasal. Da outra vez q ele fez uso de Aerolin inalação tbm foi assim, piorou o quadro. Será q ele pode ser alérgico a esse medicamento?

    Responder
  • 8 de dezembro de 2017 a 23:46
    Permalink

    Doutor, minha filha vai fazer 4 anos e teve pneumonia e bronquite ano passado. Este ano recebemos o primeiro diagnóstico de asma e estamos tratando com homeopatia, seretide (25/50), montelair 4mg. Nas crises, o médico disse que é pra fazer predisin (5ml 1x dia) e continuar com o seretide (manhã e noite) e montelair (noite) Eu sempre pergunto se não é p usar aerolin e ele diz não ser necessário pelas substâncias que o seretide tem. Gostaria de confirmar essa informação com o senhor. Se na crise (tosse) é obrigatório o aerolin ou o seretide é suficiente (Ela não tem falta de ar. É só a tosse seca constante e geralmente pouca secreção no nariz). Obrigada!

    Responder
  • 28 de dezembro de 2017 a 03:19
    Permalink

    Meu filho tem 4 anos e sempre que gripa fica rouco, fanho, com coriza, catarro esverdeado e tosse noturna. Todos os sintomas sequênciados. Tosse seca e sempre no meio da madrugada. Durante o dia brinca e corre sem tosse mas percebo que cansa um pouco. Sempre lavo o nariz com Maresis, uso Avamys e nas crises de tosse aerolin de 3 em 3 horas ou até de 2 em 2 horas… o problema é q qdo melhora passa 1 semana e começa tudo novamente…. estou assim há 8 meses… já levei em um alergista e deu negativo os exames. O pneumologista disse q ele tem umas asma e que com o crescimento tende a melhorar mas acho q ficar usando aerolin direto (1 semana sim e outra não) não deve ser benéfico. O que devo fazer?

    Responder
  • 1 de janeiro de 2018 a 22:01
    Permalink

    Olá doutor, minha filha foi diagnosticada com Asma com dois anos de idade. Desde então usamos o Aerolin nas crises, passamos pelo Flixotide e pelo Ceretide e voltamos ao Flixotide 250mcg toda noite…
    Ainda assim, Manu tem tosse seca frequentemente e quando anda de bicicleta tosse ainda mais e fica com as mãos geladas.
    Às vezes a tosse diminui com o xarope Allegra, mas muitas vezes não funcioba. Já fizemos tratamento com vacinas semanais com alergista e homeopatia.
    Limpo cuidadosamente o quarto a pequena e uso o salsep 360° diariamente.
    Não sei o que estou fazendo de errado.
    Uma vez ao mês a crise vem e ela tem que tomar o Predsim…
    Na tosse por esforço devo dar o puff de Aerolin?
    No quarto devo colocar umidificador de ambiente? Aqui no Rio o tempo é seco no inverno… Mas acho tão difícil higienizar esses aparelhos…
    Até agora não procurei um pneumologista pediátrico, será que devemos fazer exames mais específicos?
    O pediatra dela diz que não. Mas…
    Obrigada pela matéria…eajudou bastante!

    Responder
  • 1 de fevereiro de 2018 a 01:10
    Permalink

    Olá Dr Flávio!
    Tenho 24 anos e descobri há pouco tempo que tenho asma, segundo a Pneumologista com quem me consultei. O diagnóstico veio logo após eu realizar uma espirometria. Achei estranho porque eu não sinto dificuldade para respirar nem sinto falta de ar. Apenas procurei uma pneumologista porque eu vinha sentindo uma incômodo no peito direito. Inclusive em dezembro eu tive um pequeno Pneumotórax Espontâneo que, graças a Deus, desapareceu em menos de 8 dias. Enfim, só gostaria de saber se eu realmente posso confiar no diagnóstico dado pela Pneumologista ou se eu deveria posteriormente procurar uma segunda opinião? Estou a pouco mais de uma semana usando Alenia para tratar a asma e usando outro medicamento para a minha rinite alérgica. É possível ter asma e nunca sentir dificuldade para respirar ou falta de ar?

    Responder
  • 3 de fevereiro de 2018 a 12:00
    Permalink

    Bom dia D.Flávio.Meu filho tem 8 anos e nasceu com problemas respiratórios ,teve 3 internações antes de iniciar os tratamentos com Aerocort e Alvesco.
    Fez uso destes dois durante uns 3 anos e a as crises fora cessando.
    Agora esta tendo crise mais forte novamente,acredito ser asma.
    Tenho 2 gatos saudaveis e castrados e moro em apartamento.
    Isso poderia ser processo alérgico? Qual exame devo pedir para diagnosticar a doença?

    Responder
  • 6 de fevereiro de 2018 a 22:02
    Permalink

    Olá dr.
    Meu filho de 8 anos tem asma induzida pelo exercício físico,ele ama jogar futebol mas não aguenta 5 minutos de jogo de tanta falta de ar que sente.o médico receitou montelucast e foi muito bom mas só dá resultado quando está tomando
    Não sei mais oq fazer a vida dele é o futebol mas assim não dá.
    Qual sua opinião?

    Responder
    • 8 de fevereiro de 2018 a 23:39
      Permalink

      Você pode conversar com o pneumopediatra para prescrever uma medicação prévia ao exercício. No protocolo de asma induzida pelo exercício essa é a conduta. Montelucaste é para o tratamento de manutenção.

      Responder
  • 22 de fevereiro de 2018 a 12:47
    Permalink

    Dr Flávio Boa tarde meu filho tem 4 anos e desde 11 meses ele da crises de asma no começo era tratada com brincodilatador bricanil, prenome, hixizine e inalação com fluibrom, com dois anos ele teve uma crise que desencadeou pneumonia então teve que tomar antibiótico melhorou mas com 30 dias depois outra crise a pediatra médico mas não fez efeito e deu pneumonia novamente ficou internado por 9 dias, 15 dias depois outra crise e depois disso as crises só da o tratadas com antibiótico.
    Gostaria de saber se é correto tratar crise de asma com antibiótico ou no caso dele ele tomou tá tá medicação que só faz efeito com Antibiótico?
    É outra coisa depois aí ele tratou a primeira pneumonia ele ficou intolerante a lactose tem alguma relação ou é coincidência?

    Responder
    • 28 de fevereiro de 2018 a 21:20
      Permalink

      Sugiro que você a leve para avaliação médica. Não há como dar orientações à distância para casos particulares.

      Responder
  • 24 de fevereiro de 2018 a 08:15
    Permalink

    Dr. Flávio eu tenho uma filha de 4 aninhos que foi diagnosticada com asma neste mês de fevereiro. Está fazendo o tratamento com a bombinha Symbicort 2x ao dia um jato pela manhã e outro a noite tbm tem rinite e usa o avamys mas já fazem 24hrs que está tendo soluço que para e volta várias vezes. Será que esse soluço é uma reação do medicamento ou será uma falta de ar?

    Responder
    • 28 de fevereiro de 2018 a 21:21
      Permalink

      Sugiro que você a leve para avaliação médica. Não há como dar orientações à distância para casos particulares.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *