E menino tem pressão?

Quase sempre, a pergunta dos pais quando eu saco meu tensiômetro pediátrico, é essa. Na grande maioria das vezes, quando devolvo a pergunta, eles me dizem que pensavam que menino não tinha pressão, simplesmente porque nunca a tinham verificado no seu filho.

E rola uma lágrima oculta em mim, especialmente se a criança está acima do peso ou tem algum outro problema que precisaria de monitoramento da pressão arterial, como você vai ficar sabendo ao ler esse texto. Tenho detectado hipertensão em crianças menores de 6 anos de idade. Sem aferir, não tem como adivinhar.

Estamos assistindo nos últimos anos, um aumento importante nas taxas de pressão arterial aumentada nas crianças, de mãos dadas com o aumento do peso e deterioração do seu estilo de vida. A hipertensão arterial infantojuvenil, que antes os livros de pediatria dedicavam meia página, hoje, merece artigos científicos grandes e campanhas de alerta em todo o mundo.

Claro que a hipertensão na crianças sempre está de braços dados com o que chamamos de síndrome metabólica, que é a presença de obesidade, hipertensão, triglicérides altos, glicemia alterada e HDL (colesterol bom) baixo.

E você que vem me acompanhando por aqui, já deve ter noção de uma das causas mais primordiais do problema, que resumo em uma só frase: menos comida de verdade, mais comida de mentira.

pressao2

A chance de uma criança que está acima do peso, de estar hipertensa, é segundo os estudos, em torno de 25%. Se temos uma prevalência atual de sobrepeso e obesidade, de pelo menos 30% na crianças e adolescentes, veja como é bastante provável, se seu filho está acima do peso, também estar hipertenso.

No estudo ERICA, que avaliou fatores de riscos cardiovasculares entre 75.000 adolescentes das cinco regiões do país, encontrou-se uma taxa de pré hipertensão (14,5%) e hipertensão (10%) alarmantes, mais importante ainda, lado a lado com o sobrepeso e a obesidade, que reafirma que a hipertensão é algo que precisa ser prevenida muito antes do que está sendo feito (isso se está sendo feito).

erica

 

Mas como saber se o menino tem pressão, se o pediatra não afere?

Neste estudo, em Maceió, somente 30% das crianças e adolescentes entrevistados tiveram sua pressão arterial aferida em algum momento, e a partir do que vou te ensinar abaixo, ela tem que ser verificada muito antes disso.

Essa semana, a Sociedade Brasileira de Cardiologia publicou a sétima diretriz brasileira de hipertensão arterial e dedicou um capítulo inteiro para as crianças e adolescentes. Resumo agora o que você deve saber de importante:

1-  A medição da PA em crianças é recomendada em toda avaliação clínica após os três anos de idade;

2- O médico deve consultar os gráficos ou apps para determinar se ela está dentro da normalidade, pois, para cada idade, há uma referência de normalidade, dependendo da estatura da criança.

3- Nos adolescentes, segue a regra de pressão normal é pressão menor que 12X8, acima disso é pré-hipertensão e acima de 140X90, hipertensão.

4- Medir a pressão nos menores de 3 anos quando estão em terapia intensiva, nas cardiopatias congênitas, nas doenças renais, no tratamento com drogas que elevem a PA e na evidência de aumento da pressão intracraniana.

Regras simples, mas que devem ser efetivamente seguidas nos atendimentos Brasil afora. A partir de agora, cobre do seu médico a verificação da pressão arterial do seu filho, é parte muito importante do acompanhamento pediátrico.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Receba seu ebook grátis

Receba grátis ebook do pediatra dr Flávio Melo com 27 textos sobre os temas mais atuais, como H1N1, Zika, Imunidade e alimentação. São 160 páginas de conhecimento sobre como cuidar bem de seus pequenos. Basta deixar seu e-mail e clicar em "Eu quero"

Dr Flávio Melo - pediatra

Sou médico pediatra há 11 anos, formado em Medicina pela Universidade Federal da Paraíba e Pediatria no Instituto de Medicina Integral Fernando Figueira (IMIP/Recife-PE). Enxergo que o futuro da prevenção na criança, passa por uma atuação nos hábitos familiares e estilo de vida, desde antes do casal engravidar.

4 comentários em “E menino tem pressão?

  • 11 de outubro de 2016 a 12:31
    Permalink

    E quando a pressão é baixa!? Qual a causa? Os sintomas? Sempre falam da pressão e pouco se referem a pressão baixa. Gostaria de saber mais sobre o assunto. Nem na internet encontro informações que me permitam compreender o problema.

    Responder
    • 15 de outubro de 2016 a 07:06
      Permalink

      Normalmente só existe significância do que se chama de pressão baixa (menos que 90X60), se está associada à sintomas secundários, como tonturas, mal estar, visão turva e na maioria das vezes corresponde à um problema associado, como problemas na tireóide, arritmias, efeitos colaterais de medicamentos.

      Responder
  • 14 de outubro de 2016 a 17:15
    Permalink

    Adoro o seu blog. Mas vc nunca responde minhas dúvidas.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *