Zero Açúcar? Pegadinha do Malandro!

Muita gente enche o peito pra falar que não dá açúcar para o bebê, que até o cereal que coloca no leite (😪) é [ZERO AÇÚCAR].

Mas não sabe que está sendo desinformado.

Aí é onde mora o perigo, pois o que está no rótulo pode até estar dentro da lei, das regulamentações, mas para a saúde atual e futura dele, sinto muito informar, dá no mesmo!

Meu objetivo, antes que comecem a me detratar, e brigar pelo direito de usar o que quiserem, o que o pediatra orientar ou que a nutricionista batizar, é só informar.

Já aviso logo: não vai matar, mas pode adoecer, então, vamos acabar com a falácia do não morreu, ok?

É o seguinte, ponto a ponto:

O cereal bonzinho zero ou fit, alega não ter açúcares adicionados, porque segundo a legislação, se não tiver sido adicionada glicose, frutose, galactose (monossacarídeos); maltose, sacarose e lactose (dissacarídeos), é [ZERO AÇÚCAR ADICIONADO];

Só que lá tem umas farinhazinhas refinadas e logo depois a “bendita” MALTODEXTRINA. Ela é proveninente dos amidos do milho, arroz ou tapioca, que passam por um processo de “picotagem” industrial e terminam em agrupamentos de glicose de até 20 moléculas.

É barata e fácil de obter pela indústria. Está em quase todos os alimentos de caixa e que não tem açúcar/sacarose.

Tecnicamente é chamada de oligossacarídeo e comporta-se como um carboidrato de rápida absorção, ou seja, açúcar. Mas não é tida como um açúcar pela regulamentação de rótulos.

Além disso, o índice glicêmico médio da MALTODEXTRINA é entre 100 e 135!!! Mais do que o próprio açúcar de mesa (sacarose) que é de 75. Já ouviu falar que excesso de carboidratos de índice glicêmico alto não é bom, não? Pois é.

Aí alguém vai te falar: mas ela não tem o potencial doce do açúcar de mesa. É dez vezes menos doce no paladar. Pois é, nem por isso deixa de induzir a mesma ativação cerebral da sacarose, segundo um estudo publicado na revista Appetite, em 2014.

Então, a bendita age como açúcar, aparentemente, em excesso, faz o mesmo mal que ele, mas não está na lista negra para menores de 2 anos de idade.

Por quê?

Não sei.

E o que fazer?

Pensar se vale a pena consumir esse produto em enormes quantidades, adicionando às fórmulas (prática comum e errada), que muitas vezes já tem a própria maltodextrina na sua composição. O melhor alimento para o bebê é o leite materno. Caso não seja possível, as melhores fórmulas tem lactose, o açúcar predominante no leite materno, na sua composição. As fórmulas com maltodextrina, mais acessíveis, não devem ser adicionadas de farináceos com açúcar ou mesmo com a maltodextrina.

E mais do que nunca, procurar um [NUTRICIONISTA], que é o profissional mais indicado para avaliar, prescrever e acompanhar a alimentação do seu filho.

De um lado, o pediatra ou nutrólogo pediatra.
Do outro, de mãos dadas como uma equipe, a nutricionista.

Dessa forma, o futuro do seu filho será com saúde e você não será enganado com a pegadinha da indústria.

 


Receba seu ebook grátis

Receba grátis ebook do pediatra dr Flávio Melo com 27 textos sobre os temas mais atuais, como H1N1, Zika, Imunidade e alimentação. São 160 páginas de conhecimento sobre como cuidar bem de seus pequenos. Basta deixar seu e-mail e clicar em "Eu quero"

Dr Flávio Melo - pediatra

Sou médico pediatra há 11 anos, formado em Medicina pela Universidade Federal da Paraíba e Pediatria no Instituto de Medicina Integral Fernando Figueira (IMIP/Recife-PE). Enxergo que o futuro da prevenção na criança, passa por uma atuação nos hábitos familiares e estilo de vida, desde antes do casal engravidar.

4 comentários em “Zero Açúcar? Pegadinha do Malandro!

  • 9 de fevereiro de 2017 a 08:47
    Permalink

    Dr Flávio, leio os ingredientes de qualquer produto industrializado que compro. Não pude amamentar meu filho devido a uma cirurgia que fiz, e na busca da ” melhor fórmula”, verifiquei os ingredientes de todas as marcas que vi disponível nas farmácias e supermercados e quase todas elas possuem maltodextrina em sua composição, as que não possuem é adicionado xarope de glicose, que também é um açúcar. Chequei todo tipo de fórmula e de todas as marcas- as famosas “premium”, as parcialmente hidrolisadas, extensamente hidrolisadas e as de aminoácidos. Todas tem algum tipo de açúcar. Existe mesmo essa tal fórmula com apenas lactose, sem qualquer outro tipo de açúcar adicionado?

    Responder
    • 12 de fevereiro de 2017 a 09:12
      Permalink

      O que está sendo questionado não é o uso da maltodextrina em si, mas seu excesso. Há fórmulas apenas com lactose, para os menores de 6 meses. Seu pediatra pode te auxiliar nessas escolhas.

      Responder
  • 23 de fevereiro de 2017 a 11:42
    Permalink

    Sou nutricionista e gostaria de parabenizá-lo pela pela publicação, pois infelizmente há muitos médicos falando muitas bobagens às mães, que acabam acreditando… Além da sua explanação, fico muito contente que existam pediatras que recomendam nosso trabalho! Recomendam e valorizam essa parceria fundamental que deveria sempre existir! Parabéns! Que cada vez mais apareçam profissionais como você!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *